Conhea a Associo Clube do Carro Antigo do BrasilLogin




Detroit Estuda Pagar Dívida com Valiosa Coleção de Carros Antigos

Detroit Estuda Pagar Dívida com Valiosa Coleção de Carros Antigos Ford Cougar II 1963 que nunca entrou em produção em série

DETROIT - Uma preciosa coleção de 62 automóveis clássicos doados para a cidade símbolo da indústria automobilística correm o risco de serem vendidos para pagar a dívida de Detroit.

Mantidos pela municipalidade, os carros exibem um capítulo importante da história da indústria do automóvel. Juntos, os veículos estão avaliados em cerca de US$ 12 milhões, o equivalente a R$ 26,2 milhões..

A maioria dos carros está cuidadosamente armazenada sob coberturas de plástico infladas permanentemente por um sistema de refrigeração em um armazém do tempo da II Guerra Mundial. Outros estão em exposição no Museu Histórico de Detroit ou emprestados para exposições em outras cidades americanas.

Diante da situação de endividamento da cidade, decorrente da crise que começou em 2008 e abalou profundamente a economia local, autoridades discutem a possibilidade de colocar à venda parte do patrimônio cultural da cidade, como quadros de Van Gogh e Matisse que estão em museus da cidade e também os automóveis antigos.

Moradores apaixonados por automóveis estão revoltados com a possibilidade de perder o que eles consideram o coração e a alma da cidade - incluindo um Cadillac Osceola fabricado em 1905 e um Ford Mustang avaliado em mais de US$ 2 milhões (R$ 4,3 milhões).

"Os carros representam para nós a expressão de milhares de pessoas que trabalham duro para produzir a história da indústria na América", disse Jerry Herron, historiador da cidade e reitor do Irvin D. Reid Honors College, em Wayne State University. "Seria muito triste para Detroit e para a América."

Se a cidade de Detroit acabar em um tribunal de falências - e ninguém sabe se isso vai acontecer, ou exatamente o que viria a seguir - os ativos da cidade de todos os tipos podem ser colocados à venda para satisfazer os credores, que vão tentar recuperar parte do dinheiro perdido com títulos cidade e outras dívidas a longo prazo.

"Eles vão querer levar tudo o que puderem dos ativos da cidade, mas eles não vão querer ter o coração fora do corpo", disse James V. McTevia, especialista em recuperação de empresas e diretor da McTevia & Associates, em Bingham Farms, Michigan

O gerente de emergência da cidade, Kevyn D. Orr, iniciou negociações nos últimos dias com os credores, para tentar encontra uma solução para uma dívida de US$ 15 bilhões.

"A venda de um ativo cria uma fonte de renda de uma só vez, que tem pouco impacto duradouro sobre a manutenção dos serviços da cidade para os próximos anos", disse Bill Nowling, porta-voz do gerente. Na semana passada, o procurador-geral do Michigan, Bill Schuette, escreveu um artigo em que defente que as obras de arte devem ser preservadas pela cidade.

Bob Sadler, diretor de vendas e marketing para da Sociedade Histórica de Detroit, que gerencia a coleção de automóveis antigos, disse que os funcionários do museu estão tentando encontrar com o gerente de emergência da cidade para saber como ficará a coleção.

Do ponto de vista de Adam Lovell, o curador do Museu da Sociedade Histórica, o valor real dos carros está no que eles representam para Detroit. Cada veículo da coleção tem uma história que, em conjunto, contam a história de Detroit.

A coleção é eclética, desde o inovador Chrysler Airflow 1934  de quatro portas sedan até o Chevrolet Corvair 1960. Um AMC Pacer, um dos carros mais estranhos da década de 1970, "inseguro a qualquer velocidade", também faz parte do conjunto.

O armazém de 50 mil metros quadrados cheira como um porão mofado e tem um som intermitente do zumbido de ventiladores que mantêm as bolhas de plástico infladas 24 horas por dia.

Há também um Dodge coupe 1919 que pertenceu a John Francis Dodge, e que ainda tem as iniciais de ouro JFD impressa na porta traseira. O carro também tem intacto o odômetro que confirma a velocidade percorrida pelo veículo desde que foi fabricado: 4.126 quilômetros.

Um Oldsmobile 1902 é considerado o primeiro automóvel produzido em massa no mundo. A limusine Cadillac 1987 foi feita sob medida por trabalhadores em uma tentativa falha de convencer a General Motors de manter a planta Fleetwood, onde ela foi fabricada.

Adam Lovell diz que seu favorito é o Hupmobile 1924 com um motor de quatro cilindros, fabricados pela extinta Hupp Motor Car Company.

Outro que ele aprecia é um Dodge Caravan 1984. "Eu o chamo de o Modelo T da década de 80", disse ele.

Para Sandra Studebaker de Fraser, que doou uma minivan de quatro cilindros, o padrão de transmissão de tem um significado pessoal."O carro se tornou um membro da minha família", disse Studebaker, que é parente distante da família automotiva Studebaker.

A coleção foi avaliada em mais de US$ 12 milhões, de acordo com uma estimativa independente produzido por Hagerty, a seguradora de carros clássicos com sede em Traverse City, Michigan, a pedido do jornal The New York Times.

"Você pode dizer que é uma coleção destina-se a ilustrar a história do automóvel", disse Jonathan Klinger, um porta-voz Hagerty.

A coleção começou com a doação do Cadillac Osceola 1905 pela família de Henry M. Leland, gerente geral da Cadillac. O primeiro Cadillac fechado, construído para o Sr. Leland dirigir em dias de mau tempo, tem um motor de um cilindro que pode funcionar tanto com fluido de isqueiro como com gasolina.

Enquanto a maioria dos veículos foram doados, vários foram adquiridas pela sociedade histórica, que os empresta a outras instituições, a partir do National Packard Museum, em Warren, Ohio.

A perspectiva de perder a coleção seria difícil de imaginar, disse Lovell. Ao abrir a cobertura de plástico empoeirado sobre um carro conceito Ford Cougar fabricado em 1963, ele suspirou: "Isso não tem preço."

Tesouros Móveis


Carro da coleção de modelos antigos da prefeitura de Detroit


Protótipo do Ford XD Cobra 1965


Veículos estão protegidos em um galpão da endividada prefeitura de Detroit


Crown Imperial 1959, o carro mais caro da história


Painel do Ford Cougar 1963

Publicado em: 28/6/2013
Fonte: Economia.estadao.com.br

Compartilhe com seus amigos:

Voltar para Página Anterior:

938





Ônibus para Locação
Ônibus para Locação


Mercado Livre




Associe-se
Rede de Benefícios


Anuncie Grátis

Área do Anunciante
Classificados
Eventos
Notícias
Eventos CCA
CCA na Mídia
Dúvidas e Sugestões
Veículos para Locação
Veículos Antigos Roubados
Indique

Facebook Clube do Carro Antigo

Siga-nos no Twitter

Chevrolet, Opala Comodoro, Coupé, 1980, Bege
Volkswagen, 1600, 1969, Bege
Land Rover, Militar Ambulance Strecher - 109 Suv, Série 2A, 1971, Camuflada
Ford, Galaxie Landau, Landau, 1980, Azul

Locação de veiculos antigos para eventos, publicidade, fotografia








----------------

Logos dos Apoiadores