Conhea a Associo Clube do Carro Antigo do BrasilLogin




A Maserati Boyle Special nas 500 Milhas de Indianápolis

A Maserati Boyle Special nas 500 Milhas de Indianápolis

31/03/2010
 
 


Mesarati Boyle Special As 500 Milhas de Indianapolis fazem parte da história do desporto automóvel. A oval americana foi aberta em 1909, mas o seu piso inicial em pedra cedeu rapidamente, causando vários acidentes graves. Carl Graham Fisher, fundador do circuito, mandou cobrir toda a pista com 3,2 milhões de tijolos, o que deu origem ao apodo brickyard. Hoje, o traçado está integralmente asfaltado, com excepção da linha da meta, onde são ainda visíveis os tijolos primitivos.

A primeira edição das 500 Milhas teve lugar em 1911. Desde essa altura que a prova foi disputada todos os anos, salvo nos períodos de 1917/1918 e 1942/1945 devido aos dois conflitos mundiais. Nas primeiras edições os construtores europeus coleccionaram vitórias: entre 1913 e 1916, a Peugeot, a Delage e a Mercedes dominaram. Depois, quando a Europa lutava com os nazis, a Maserati ganhou em 1939 e 1940 com o 8CTF conduzido pelo americano Wilbur Shaw.
 

Mesarati Boyle Special
Wilbur Shaw en 1939

Mesarati Boyle Special


Mesarati Boyle Special A Surpresa Em 1939 ninguém duvidava da competitividade do monolugar da Maserati, mas a vitória do modelo vendido para os Estados Unidos e baptizado como Boyle Special acabou por surpreender tudo e todos, tanto mais que, nos anos precendentes, a vitória escapara à Bugatti, Fiat, Delahaye e Alfa Romeo.

A 30 de Maio de 1940 – o Memorial Day –, Wilbur Shaw repetiu a vitória em Indianapolis, mas a saga da Maserati nas 500 Milhas poderia ter ido mais além. Em 1941, Wilbur Shaw esteve à beira de garantir a terceira vitória consecutiva (o que seria um recorde), que falhou devido a uma jante partida. No entanto, Ted Turner garantiu o terceiro lugar para a marca italiana.

Depois destes anos de sucesso, os europeus afastaram-se da prova, devido ao regulamento particular da corrida, apesar de esta ter sido integrada no Campeonato do Mundo de Condutores (F1) quando este foi criado em 1950, mantendo-se no calendário até 1960. Nos primeiros anos da década de 50 a Ferrari tentou a vitória, mas não chegou lá. Depois, foi um interregno que durou até 1961, quando Jack Brabham alinhou em Indianapolis com um Cooper.

Mas foi necessário esperar até 1965 e 1966 para os europeus voltarem a fazer a festa. O autor da proeza foi Jim Clark, ao volante de um Lotus. Quase três décadas depois, o americano Al Unser Jr. garantiu uma nova vitória europeia com um Penske equipado com um motor Mercedes. 
 
 
Mesarati Boyle Special
Maserati "Boyle Special" No. 1
 

Mesarati Boyle Special
Maserati "Boyle Special" No. 1
 

Mesarati Boyle Special
Maserati "Boyle Special" No. 1

Youtube:


Publicado em: 8/10/2012
Fonte: Redação - CCA

Compartilhe com seus amigos:

Voltar para Página Anterior:

308





Ônibus para Locação
Ônibus para Locação


Mercado Livre




Associe-se
Rede de Benefícios


Anuncie Grátis

Área do Anunciante
Classificados
Eventos
Notícias
Eventos CCA
CCA na Mídia
Dúvidas e Sugestões
Veículos para Locação
Veículos Antigos Roubados
Indique

Facebook Clube do Carro Antigo

Siga-nos no Twitter

Chevrolet, Caravan, Comodoro, 1988, Cinza Ninbus
Fiat, 1.5 R, 1988, Vermelho
Ford, Belina, II, 1980, Amarelo Napoli
Volkswagen, Fuscão, 1500, 1972, Azul Diamante

Locação de veiculos antigos para eventos, publicidade, fotografia








----------------

Logos dos Apoiadores