Conhea a Associo Clube do Carro Antigo do BrasilLogin




Há 25 anos, Ford lançava o Escort XR-3

Há 25 anos, Ford lançava o Escort XR-3

Há 25 anos chegava às lojas o Ford Escort XR-3, um dos ícones da indústria automobilística nacional. Sonho de consumo de boa parte da juventude dos anos 80, quando o Brasil estava de portas fechadas para as importações, o XR-3, de (Experimental Research 3, em português, pesquisa experimental 3), era, junto com o Chevrolet Opala Diplomata, o carro mais caro à venda no país. Na época, Volkswagen, GM, Ford e Fiat dominam o mercado nacional.

Ford Escort XR-3Com texto de Caio Moraes e fotos de Santiago Sanahuja, Autoesporte testou pela primeira vez o Escort XR-3 na edição de dezembro de 1984. O título da reportagem foi: “Escort XR-3: enfim, um esportivo completo”. Em seis páginas a revista não economizou em elogios. O XR-3 obteve uma das notas médias mais altas da década, com 9,4. Recebeu 10 em desempenho, estabilidade, conforto, painel, estilo, motor, direção, segurança, acabamento e visibilidade. A nota mais baixa, 8, foi para transmissão.

Escort XR-3 “Além de vidros e travas elétricos, o XR-3 conta ainda com faróis de milha e de neblina, teto solar (manual), rodas de aro 14 calçadas em pneus 185/60, bancos especiais, spoiler dianteiro e traseiro, lavador de faróis, volante com menor diâmetro e caixa de direção mais rápida.” O avaliador lamentava apenas que o ar-condicionado não era disponível nem como opcional nos primeiros modelos à venda.

“O motor é o mesmo CHT que equipa a linha, porém com modificações que justificam a idéia de esportividade. Cabeçote modificado, válvulas de admissão maiores, novo comando de válvulas, novo coletor de admissão e o mesmo carburador, com ventúris de maiores dimensões para melhorar a alimentação. Um radiador de óleo completa as modificações, permitindo ao motor trabalhar por mais tempo em regime de rotações elevados, sem comprometer o funcionamento.”

Autoesporte levou o XR-3 à pista e obteve os seguintes resultados: com 905 kg, o hatch fez 0 a 100 km/h em 12,3 segundos e atingiu velocidade máxima de 173,8 km/h. Para os padrões brasileiros de dezembro de 1984, o “carro é realmente muito rápido.” “Usando-se o acelerador com vontade, toda a potencialidade fica evidente, principalmente quando o motor cruza a faixa dos 3 mil giros. O motor do XR-3 ganhou 10 cv com relação aos outros CHT álcool, passando de 72,9 cv para 82,9 cv.”

Fim das apresentações e testes, o texto sobre o Escort XR-3 terminava com a seguinte conclusão: “Desempenho, dirigibilidade, conforto, equilíbrio e até mesmo sofisticação são alguns pontos que podem ser ressaltados entre muitos no XR-3. Sem dúvida, um dos melhores carros da nossa indústria. Quem esperava por um carro esportivo, de aparência e desempenho, não terá o que reclamar.” 
 
Escort XR-3

Quatro meses depois, a Ford lançava a versão conversível do XR-3. Era 70 kg mais pesada, andava menos que o hatch, porém sensivelmente mais charmosa. Permaneceu à venda por dez anos. Em agosto de 1986, apenas seis meses após o modelo europeu, o nosso Escort passou por uma forte reestilização. Ganhou formas mais arredondadas e perdeu o farol de neblina. O painel também era novo e seguia as linhas do lado de fora, ou seja, recebeu formas mais arredondadas.

No final de 1992, o Escort nacional chegava a sua segunda geração (quarta para os europeus). Além do visual com ângulos retos, o XR-3 recebia o motor 2.0 do Gol GTi, de 115,5 cv e 17,6 kgfm de torque. Em 1995, com vendas minguadas e com a Ford passando por sérias dificuldades financeiras, o mítico XR-3 se despedia dos brasileiros. Em uma tentativa de manter o legado do XR-3, a Ford trouxe da Argentina o Escort Racer 2.0. Foi um fiasco.

Publicado em: 22/12/2010
Fonte: Revistaautoesporte.globo.com

Compartilhe com seus amigos:

Voltar para Página Anterior:

203





Ônibus para Locação
Ônibus para Locação


Mercado Livre




Associe-se
Rede de Benefícios


Anuncie Grátis

Área do Anunciante
Classificados
Eventos
Notícias
Eventos CCA
CCA na Mídia
Dúvidas e Sugestões
Veículos para Locação
Veículos Antigos Roubados
Indique

Facebook Clube do Carro Antigo

Siga-nos no Twitter

Volkswagen, Brasilia, 1600, 1974, Marrom Caravela
Volkswagen, Fusca, 1974, Preta
Chevrolet, Opala, Comodoro, 1985, Branca
Volkswagen, Brasília, Luxo, 1978, Caramelo

Locação de veiculos antigos para eventos, publicidade, fotografia








----------------

Logos dos Apoiadores