Conhea a Associo Clube do Carro Antigo do BrasilLogin




Versátil e Inovador: é o Fusca!

Versátil e Inovador: é o Fusca!

Dia 20 de janeiro é o Dia Nacional do Fusca, o carro mais carismático do mundo, que surgiu há 70 anos com a ideia genial de Ferdinand Porsche. Na época, os carros disponíveis no mercado tinham dois nichos bem distintos: ou eram luxuosos, beberrões e imensos, ou espartanos demais, e tão fracos que não inspiravam confiança.

O esboço surgiu em 1932. Em dois anos, o engenheiro alemão desenvolveu o primeiro protótipo, o NSU, que foi apresentado ao governo da Alemanha. Em 1937, Adolf Hitler pediu a Porsche que aprimorasse o modelo que deveria ser confiável, econômico, apto para rodar em qualquer clima, desde o rigoroso inverno ao sol de verão mais escaldante, e também barato, acessível a maioria do povo alemão.

Fusca

Somente após a II Guerra é que o Volkswagen, carro do povo, chegou às ruas da Alemanha e rapidamente conquistou a Europa. Em 1950, mais de 50 mil unidades foram produzidas, e a esta altura, exportadas para os Estados Unidos e outros países vizinhos a Alemanha.  

 Fusca

O segredo do sucesso no Brasil

Só quem tem um Fusca na garagem sabe porque ele conquista desde o primeiro olhar. Se trata de um carro simples em tudo: sem ventilador, direção assistida, câmbio de engates difíceis e posição baixa de dirigir. Ainda assim tem um motor de respostas rápidas, câmbio bem escalonado e "curto", e a habilidade em dirigi-lo se traduz em prazer imediato para os saudosos. Mas por que o Fusca cativa uma legião de fãs até hoje?

Fusca

No Brasil, as primeiras 30 unidades do Fusca foram vendidas imediatamente ao desembarcar no porto de Santos. Em um galpão alugado, no bairro do Ipiranga, a Volkswagen começou a montar o modelo Sedan 1200 em 1953, e os predicados de força, durabilidade e confiança foram rapidamente percebidos pelo consumidor.

Fusca

Em 1956 o status de carro importado do Fusca começou a mudar.... A Volkswagen começou a construir uma nova fábrica em São Bernardo do Campo, no Km 23,5 da Via Anchieta. Em 3 de janeiro de 1959 saía da linha de montagem o primeiro Fusca brasileiro com índice de nacionalização de 54%. No primeiro ano, 8.406 unidades foram fabricadas.

Fusca

A partir da década de 1960 o Fusca seria popularizado, e mesmo diante dos seus concorrentes como o Gordini, Dauphine, o valente Volkswagen sempre vencia no quesito durabilidade. Com baixa manutenção, um Fusca cabia no bolso de muita gente, e foi o primeiro carro de boa parte dos motoristas iniciantes por mais de três décadas.

Fusca

Em 1972, a Volkswagen brasileira comemorava a marca de um milhão de unidades produzidas do Fusca, outra conquista inigualável para o mercado da época. Em meados desta década, 70% do mercado de carros novos era dominado pelo modelo sedan.

Fusca

Na Alemanha o Fusca deixava de ser produzido em 1978, e por aqui o modelo só deixou as linhas da fábrica na Via Anchieta em 1986. Em 1992 voltaria a pedido do então presidente Itamar Franco que é apaixonado pelo modelo. Em 1995 o preço do Fusca era R$ 8,7 mil, próximo demais do Gol 1000, vendido por R$ 9,5 mil, e o peso da idade era sentido sob a estrutura do sedan, com seu velho motor refrigerado a ar.

Fusca

Assim, em 1996 o Fusca nos deixou com a série Ouro de 1,5 mil unidades produzidas. Mas seus fãs continuam fieis ao besouro projetado há mais de 70 anos, e até hoje a resistência do Volkswagen é provada, já que muita gente ainda usa o modelo no dia a dia.

 Fusca

Custa caro manter um Fusca?

Manter um Fusca é fácil, apesar do preço das peças de acabamento ter subido consideravelmente nos últimos anos. Itens como volante, botões e mostradores de painel, para choques originais e forrações de porta podem superar os R$ 500. Já os itens mecânicos como bobina, carburador, sistema de freios e câmbio são encontrados facilmente em qualquer loja de peças de reposição.

Fusca

Sua restauração também é simples, já que o Fusca é um carro montado sobre um chassi preso a carroceria por oito parafusos. Desmontá-lo não é um exercício dos mais difíceis. No entanto, é preciso atenção ao escolher a oficina de funilaria e pintura, pois as formas curvilíneas do besouro dão trabalho na hora da restauração.

Fusca

No interior, o painel simplificado usa a estrutura da carroceria para abrigar os mostradores. Ao comprar um Fusca é preciso atenção para pontos de ferrugem sob o assoalho e também na parte dianteira, ao abrir o capô. Ainda assim, encontrar peças de reposição para a lataria também é fácil e relativamente barato.

O uso do carro não requer cuidados especiais, pois o Fusca é bravo e responde muito bem às duras condições de pavimentação no Brasil. Basta mantê-lo revisado nos itens básicos como freio (principalmente se for a tambor, nos anteriores a 1980), carburador (manter sempre bem regulado), sistema de exaustão (escapamento), suspensão e na regulagem do motor. Não há defeitos mecânicos crônicos além do aquecimento da bobina, em situações mais extremas, e também no cabo do acelerador que pode se romper. Por isso, quem tem um Fusca na garagem recomenda levar sempre uma peça sobressalente, além de um rotor de distribuidor e cabo de acelerador.

Nos últimos anos houve um fenômeno inflacionário do Fusca. Hoje em dia um modelo em bom estado custa entre R$ 5 e R$ 7 mil. Os carros já restaurados ou modelos raros já custam entre R$ 10 e R$ 15 mil, e os raríssimos como modelos alemães ou o raro Fusca com teto solar chegam a custar R$ 40 mil.

Publicado em: 22/12/2010
Fonte: Autoshow.uol.com.br

Compartilhe com seus amigos:

Voltar para Página Anterior:

196





Ônibus para Locação
Ônibus para Locação


Mercado Livre




Associe-se
Rede de Benefícios


Anuncie Grátis

Área do Anunciante
Classificados
Eventos
Notícias
Eventos CCA
CCA na Mídia
Dúvidas e Sugestões
Veículos para Locação
Veículos Antigos Roubados
Indique

Facebook Clube do Carro Antigo

Siga-nos no Twitter

Volkswagen, Brasilia, 1600, 1974, Marrom Caravela
Volkswagen, Fusca, 1974, Preta
Chevrolet, Opala, Comodoro, 1985, Branca
Volkswagen, Brasília, Luxo, 1978, Caramelo

Locação de veiculos antigos para eventos, publicidade, fotografia








----------------

Logos dos Apoiadores