Conhea a Associo Clube do Carro Antigo do BrasilLogin




Se não usá-los, para que tê-los?

Os automóveis são máquinas concebidas para transportar pessoas e seus respectivos pertences.


A frase acima, bem poderia ser parte extraída de uma definição da Wikipédia e consequentemente demasiada objetiva, especialmente se julgada pelo leitor de artigos que envolvam automóveis. Estes certamente atribuem outros propósitos a máquina tão nobre e merecedora de menos razão e mais coração. Definições como estas são mais adequadas a geladeiras e máquinas de cortar grama, equipamentos estes que poucos adicionariam algo mais além do óbvio.


Os menos emotivos, também podem fugir a este conceito, podendo ver os automóveis como um meio de comércio ou objetos de desejo e há até os que os enxerguem como uma conquista a uma posição social. Cada um, cada um... Aliás, algumas destas utilidades alternativas dos automóveis podem até ajudar a entender o verdadeiro fascínio que esta máquina exerce sobre o homem. Mas, uma vez que foram concebidos por princípios da engenharia, estes sim objetivos, seu mecanismo acaba reagindo compativelmente e de acordo com o primário propósito da frase que inicia este texto. Assim, quando permanecem inertes por períodos longevos, invariavelmente acabam por apresentar irregularidades em seu funcionamento e mostram que mesmo os mais belos, não são simples esculturas, mas máquinas que precisam funcionar.


Quem já não viu um deles parado em um acostamento com o capô aberto, apesar de sua aparência de carro que acabou de ser tirado de uma concessionária, certamente decepcionando seu dono que tanto poupou o bem querido, acreditando que assim o conservaria melhor?


Os que saem mais tarde dos Concours d´Elegance também poderão observar alguns dos carros mais belos e admirados sendo empurrados a caminho de suas carretas que os conduzirão do palco de exibição aos seus sepulcros, onde provavelmente permanecerão até sua próxima exibição.


Um automóvel como qualquer ser vivo, precisa esticar seus músculos de vez em quando. (Se automóvel é ser vivo fica por conta da possível insanidade de quem lê este texto. A de quem o escreveu já é óbvia). Portanto, se quer conservar seu carro, simplesmente use-o! Porque ele foi feito para isto.


E uma das utilidades mais prazerosas que um carro pode oferecer é em uma autoestrada, onde o bom automóvel mostra, a que veio. E o mais importante, independentemente de sua idade ou modelo. Basta observar os ralis de clássicos, tão comuns na Europa em lugar dos mais frequentes eventos estáticos aqui no Brasil e Estados Unidos.


Mas, além disso, algumas pessoas preferem poupar seus automóveis e usufruir de outros meios de transporte na hora de uma grande viagem, como um avião ou ônibus por os acharem mais práticos, seguros ou rápidos. Só que muitas vezes, quando chegam dessas viagens, alguns nem sequer se lembram dos nomes das cidades por onde passaram, simplesmente porque foram conduzidas por outras, deixando que seus condutores decidam por onde, muitas vezes quando ir e qual o caminho seguir. Para alguns, isso se chama conforto, mas para outros, isso é perder a liberdade de planejar cada destino e o caminho a tomar e principalmente deixar de ser conduzido por si próprio. Essa é a liberdade que seu automóvel pode permitir, porém sujeita a erros e responsabilidades de quem o conduz.


Quem descobre isso, começa a se divertir antes da viagem, já que até levar o carro ao mecânico de confiança passa a ser uma interessante etapa a ser cumprida e para os mais corajosos fazê-la com as próprias mãos, torna a viagem um grande desafio de organização e por que não dizer a melhor parte do divertimento?



Essa é a diferença básica entre “fazer” uma viagem e “construir” uma viagem, onde para “fazer” a viagem basta ir a uma agência de turismo e pagar por ela e “construir” significa abrir um mapa e decidir por onde vai passar até chegar ao seu destino final e nesse meio todo, tentar prever e contornar todas as adversidades do percurso.


Enquanto você lê esta coluna, tudo aquilo que você pensa existir naquele lugar que tanto sonha em visitar, pode estar acontecendo agora, neste instante. Existe uma máquina que pode fazer você fazer parte desta cena e ela pode estar na sua garagem agora, por mais simples, antiga ou modesta que seja. Só é necessária uma coisa para dar certo: Que você descubra para o que serve o seu automóvel.


Pense nisto!!!

Publicado em: 22/6/2016
Fonte: Redação CCA - Wagner Coronado

Compartilhe com seus amigos:

Voltar para CCA na Mídia:

1078





Ônibus para Locação
Ônibus para Locação


Mercado Livre




Associe-se
Rede de Benefícios


Anuncie Grátis

Área do Anunciante
Classificados
Eventos
Notícias
Eventos CCA
CCA na Mídia
Dúvidas e Sugestões
Veículos para Locação
Veículos Antigos Roubados
Indique

Facebook Clube do Carro Antigo

Siga-nos no Twitter

Volkswagen, 1600, Primeira Versão, 1969, Bege
Chevrolet, Monza, SLE Sedan, 1986, Cinza
Mercedes Benz, 560 Sl, 1988, Vermelha
Chevrolet, Camaro, RS 1972, 1972, Negro Y Amarillo

Locação de veiculos antigos para eventos, publicidade, fotografia








----------------

Logos dos Apoiadores