Conhea a Associo Clube do Carro Antigo do BrasilLogin




Carros para sempre: Chevrolet Calibra unia estilo, aerodinâmica e esportividade

Carros para sempre: Chevrolet Calibra unia estilo, aerodinâmica e esportividade


Bons tempos os anos 1990, quando tínhamos à disposição diversos modelos da Opel no Brasil, seja importados ou produzidos localmente. A Chevrolet brasileira andava alinhada com os produtos oferecidos na Europa: lançou o Corsa em 1994, poucos meses depois da estreia no Velho Continente, trouxe os contemporâneos Vectra e Omega, e importou o Tigra. Mas não podemos deixar de mencionar a versão cupê do Vectra, o belo Opel Calibra, que para cá ganhou um emblema da Chevrolet.



Para o Salão de Frankfurt de 1989, a Opel preparava o lançamento do sucessor do clássico Manta. Rival direto do Ford Probe, o modelo foi batizado de Calibra.



Opel Manta


O cupê tinha configuração 2+2 e visual com personalidade própria, diferente do Vectra – sedã do qual deriva. Destacava-se pelo belo estilo à frente do seu tempo. Equilibrava esportividade e bom gosto de uma forma raramente vista antes. Chamava a atenção pelo conjunto ótico de faróis elipsoidais e ausência de moldura das janelas.



Medindo 4,49 metros de comprimento e pesando 1.226 kg, o principal destaque do Calibra era a excelente aerodinâmica. Com um coeficiente aerodinâmico de cx 0,26 (difícil de bater ainda hoje), era o melhor de sua época.



Internamente, o ambiente era muito semelhante ao do Vectra em termos de painel e acabamento. Mesmo sendo um cupê de duas portas, tinha bom espaço para quatro ocupantes e um porta-malas com capacidade para 300 litros.



Para o Brasil, onde foi lançado em agosto de 1993, foi oferecido apenas o Calibra equipado com motor 2.0 16V de 150 cv associado ao câmbio manual de cinco marchas. O desempenho era coerente: aceleração de 0 a 100 km/h em 9,0 segundos e máxima de 220 km/h. Mas na Europa haviam versões bem mais nervosas equipadas com os motores 2.5 de 170 cv e 2.0 16V Turbo de 204 cv (0 a 100 km/h em 6,8 segundos e velocidade máxima de 240 km/h), esta última tinha até tração integral. Por lá, havia também uma versão básica com motor 2.0 8V de 115 cv.



Em 1995, mudanças sutis: o emblema da marca apenas descia para a grade frontal. No ano seguinte o modelo deixava de vir para o Brasil e, poucos meses depois, as versões menos potentes saíam de linha na Europa. Continuaram em linha o Calibra V6, o Turbo e algumas edições limitadas, mas por pouco tempo, até que o modelo definitivamente deixou o mercado para dar lugar ao Astra Coupé.



Opel Astra Coupé


No Reino Unido, porém, o Vauxhall Calibra continuou sendo vendido até 1999. Ao longo de sua história, foram produzidos 238.164 exemplares. Destes, 1.563 foram oficialmente vendidos no Brasil. Mesmo fora do mercado há muitos anos, o modelo ainda chama a atenção pela beleza e esportividade até hoje. Bons tempos aqueles…

Publicado em: 1/6/2014
Fonte: Carplace

Compartilhe com seus amigos:

Voltar para Página Anterior:

1054





Ônibus para Locação
Ônibus para Locação


Mercado Livre




Associe-se
Rede de Benefícios


Anuncie Grátis

Área do Anunciante
Classificados
Eventos
Notícias
Eventos CCA
CCA na Mídia
Dúvidas e Sugestões
Veículos para Locação
Veículos Antigos Roubados
Indique

Facebook Clube do Carro Antigo

Siga-nos no Twitter

Chevrolet, Caravan, Comodoro, 1988, Cinza Ninbus
Fiat, 1.5 R, 1988, Vermelho
Ford, Belina, II, 1980, Amarelo Napoli
Volkswagen, Fuscão, 1500, 1972, Azul Diamante

Locação de veiculos antigos para eventos, publicidade, fotografia








----------------

Logos dos Apoiadores